terça-feira, 29 de setembro de 2009

Comida da Etiópia



Segure sua piadinha: “ué, e tem comida lá?”, que é o que todos dizem, porque a comida típica etíope te surpreenderia e te faria se arrepender da piada!

Aqui em DC os etíopes são uma das maiores populações de imigrantes da cidade. Portanto, é um restaurante etíope a cada esquina.

Eu estava muito curiosa pra provar, então fomos em um dos melhores da cidade, no bairro de Adam's Morgan (onde fica a agitação noturna).

Foi uma surpresa: a comida tem um conceito e uma apresentação muito simples, mas é muito saborosa.

Os legumes são muito valorizados por variadas preparações e temperos. Também existem alguns pratos com carne, mas os legumes definitivamente são as estrelas. Essa porção vermelhinha, por exemplo, estava s-e-n-s-a-c-i-o-n-a-l! Segundo a pessoa que nos atendeu, é uma pasta de grão-de-bico (provavelmente batida com tomate ou alguma especiaria avermelhada), com um tempero muito marcante e levemente picante.

Eles são servidos em um enjera, grande e saboroso pão circular e achatado, com uma consistência que eu nunca havia visto antes, puxento e suave ao mesmo tempo. Este pão é feito a partir da farinha de teff, que é considerado o menor cereal do mundo e um dos mais ricos nutricionalmente, cultivado e consumido há centenas de anos pelos etíopes (taí o segredo da boa forma dos etíopes aliada à sua resistência física nos esportes). Agora o teff ganhou o mundo e é vendido em mercados de produtos naturais aqui nos EUA (e, portanto, teve seu preço muito aumentado, inclusive para os etíopes).

O prato é servido em uma mesinha baixa ao centro dos comensais, que se sentam em círculo ao redor dela. Os legumes vem em diferentes formas (purês, refogados, pastas, crus), com diferentes temperos. Você vai pegando porções dos legumes com um pedaço de enjera (não se usam talheres), até que eles acabem. Ao final, come-se o pão que ficou por baixo e absorveu todos os temperos.

Uma comida muito lúdica, eu diria!

Recebi pedidos insistentes para introduzir a comida etíope no Brasil. Eu diria que, mais que interessante, é extremamente necessário, pois nosso país precisa conhecer essa delícia!!!

Até agora, a comida etíope foi uma das maiores (boas) surpresas dessa viagem.

2 comentários:

Fabio disse...

Nossa que exótico hein. Tá linda comendo comidinha etíope (é assim que se escreve?)

Andréa N. disse...

Coincidencia boa - acabei de postar sobre a comida etiope tambem. Foi por isso que o Leandro comentou sobre o seu blog la no brazil nut. Abracos veganos!