domingo, 11 de outubro de 2009

Soul Food vegana


O conceito de soul food é uma coisa bem peculiar: é a comida típica criada pela população negra do sul dos Estados Unidos. As pessoas têm bastante apego a este tipo de comida, porque este estilo é pai dos pratos conhecidos como comfort food, ou a comida que traz conforto, faz lembrar da infância, da mãe cozinhando, etc.

Inclusive existe um programa no Food Network Channel (siiiim!!!! canal de TV só de culinária!!!!) que é um casal negro que prepara praticamente só soul food. No único episódio que assisti, eles fizeram churrasco de porco (credo), espigas de milho na brasa com molho barbecue (BBQ), maionese de batatas (que eles chamam de “salada”) e sorvete de batata doce.

Pra dizer a verdade, eu não sei bem dizer que pratos são soul food além de churrasco, mac & cheese (macarrão com queijo), greens (couve e folhas similares cozidas em água), coisas com molho BBQ e diferentes tipos de batata. Mas imagino que deva haver mais que isso!

Pois bem, aqui em DC existem dois restaurantes veganos especializados em soul food: Senbeb e Soul Vegetarian.

Há muito pouco tempo, quando eu estava dando uma corrida pelas redondezas da onde estou hospedada, descobri que o Senbeb fica simplesmente pertíssimo de casa. Alegria! Um lugar totalmente vegano para comer quando estou com preguiça de cozinhar/pegar o metrô pra longe! Porque, na verdade, a uma distância caminhável de casa existem também outras opções de refeições veganas, mas em restaurantes onívoros - como o Mark's Kitchen, com seus deliciosos bolinhos de tofu, dumplings, hambúrgueres, lasanha, milk shakes; o Roscoe's, pizzaria com opção de queijo vegano; e o Middle Eastern, com comida árabe.

O Senbeb tem um cardápio pequeno, composto de alguns tipos de sanduíche (o veggie burger que a Simone pediu foi o melhor que comi por aqui), dois pratos quentes e alguns pratos vivos (crus), e um ambiente não muito amigável. Isso merece uma nota da autora:

Nota: aqui nos EUA, curiosamente, existe um movimento de empoderamento (empowerment) da população negra de classe baixa que, pasmem, envolve a adoção da dieta vegana. Portanto, estes dois restaurantes são de pessoas negras deste movimento e têm uma clientela quase que exclusivamente negra.

Bom, então continuando, quando eu e Simone fomos almoçar lá, não fomos recebidas com muita simpatia. Afinal de contas, não somos pessoas que eles consideram como parte da comunidade negra. A atendente fez uma cara de bunda jamais antes vista. Mas tudo bem! Já esperávamos isso: Simone tinha estado no Soul Vegetarian e foi tratada da mesma forma.

Não ligamos, fizemos nosso pedido e nos deliciamos com o almoço servido em embalagem descartável de isopor (nada sustentável! nota zero pra eles!).

Eu fui de soul food, pra manter a tradição: um delicioso tofu com molho BBQ (caseiro), servido sobre arroz, saladinha crua pra acompanhar (veio a calhar) e a comfort food mais amada dos EUA: mac & cheese (macaronni and cheese).

O mac & cheese vegano é geralmente feito com tofu, para dar a cremosidade e a impressão de queijo esmigalhado, e nutritional yeast flakes (no Brasil é traduzido como levedo de cerveja em flocos, mas não tenho certeza de que seja a mesma coisa), que tem um aroma forte de queijo.

Algo irônico aconteceu hoje: eu estava em um evento, o Green Festival, como voluntária na mesa do Compassion Over Killing. Quem apareceu por lá? A atendente com cara de bunda. Impressionantemente, ela começou a bater papo comigo e se revelou uma pessoa muito doce e simpática, e inclusive me falou que já morou no Brasil por dois anos (no Rio). Espero ser mais bem tratada no Senbeb daqui pra frente!

Para saber mais:

Food Network: http://www.foodnetwork.com/

Mark's Kitchen: http://www.markskitchen.com/

Uma foto de nutritional yeast flakes: http://www.all-creatures.org/recipes/images/i-yeast-nutr.jpg

(Roscoe's, Middle Eastern, Soul Vegetarian e Senbeb não têm site na internet)

8 comentários:

Carlota disse...

Um blog vegano ótimos é o blog da Bianca: http://vegancrunk.blogspot.com/
Ela cozinha comidas do sul dos EUA com uma influencia de soul food muito grande. É tudo bem confort food e eu curto muito o blog. De uma conferida.

Rebeca disse...

nnhaaammmmmmmmmmm

It's Alright, Ma (I'm Only Cooking) disse...

adorei seu blog...
parabéns...
estou te seguindo, ok?
abçs
Juliana

Bruno disse...

Valeu pelas dicas!! Caracas, vei! Nem sabia da existencia desse Resto^ vegan aqui pertinho de casa. Vivendo e aprendendo... Seu blog e' muito gostoso e vou acompanha-lo doravante. Inda mais depois de ver quem esta' no grupo de seguidores. Fala Guizoni!!! ;-)

Racréu disse...

comer deveria ser um ritual menos conturbado né? paz na mesa minha gente!

Glauce disse...

Ei Marina, que ótimo que você achou o meu blog e assim pude também conhecer o seu, que também é exclente! Tenho muitas visitas de Brasília no blog, mas conheço poucas pessoas de lá, não sei mesmo quem seriam meus leitores da sua cidade! Que ótimo que você está em DC e principalmente com um motivo assim delicioso, tenho certeza que irá aprender e se inspirar bastante :D
Obrigada por ter passado meu contato pra sua prima, clientes são sempre bem vindos, ainda mais que Dublin não oferece muitas opções para nós veganos nas ruas... E os meus cupcakes tem sido consumido por todos! Vou ver se adiciono em breve um link no blog para o flickr, onde dá pra ver melhor o meu trabalho com os bolos e cupcakes veganos.
Muito legal o trabalho da sua amiga também, inspirador. Vou adicionar seu blog para acompanhar mais de perto!
Um beijo

Anônimo disse...

Soul Veg is so delicious! There is a really amazing one in Atlanta too.

Great blog!

Francesca

ortegal disse...

Humm puts soul food!

Mexeu com a minha black soul essa história. Eu não conhecia essa história de soul food.. Agora conheço graças a você!

Apavora nos rangos veganos por nós!